Nun, de Nazareno: a letra do Martírio cristão no Iraque

O que significa essa letra árabe que muitos cristãos têm adotado como avatar nas redes sociais? Por que, justamente, essa letra? Ao que se refere? Para responder, primeiramente, repassemos algumas notícias recentes…

Incrível! Pasmem — mas até os veículos sionistas da Rede Esgoto (conhecida como Globo) noticiaram a campanha dos ultrarradicais islâmicos do ISIL para aniquilar os cristãos do Iraque e leste da Síria. Segundo fontes cristãs, o número de cristãos no Iraque decresceu de quase 1,2 milhão em 2003 para 300 mil nos últimos meses, segundo estimativas. A maioria teria fugido para países vizinhos, mas alguns milhares já teriam sido massacrados em suas próprias cidades, tanto no Iraque como na Síria, como tenho noticiado neste site [1].

O ISIL (sigla em inglês para Islamic State of Iraq and Levant – Estado Islâmico do Iraque e Levante) é um grupo terrorista extremista do Iraque, considerado radical demais até pelos próprios cabeças da Al-Qaeda na região, pelos quais foram recrutados. Eles pretendem instaurar não apenas um Estado islâmico na região, mas estender o Islamismo a todo o mundo por meio de um califado. Localmente, já começaram a instaurar a Sharia (lei civil islâmica) literalmente, o que significa que todo muçulmano teria permissão para matar qualquer cristão que se recusasse a renunciar à Fé e/ou abraçar o Islamismo.

Continue lendo “Nun, de Nazareno: a letra do Martírio cristão no Iraque”

Greve em Biguaçu e a intransigência de um Prefeito

Normalmente, eu escrevo neste espaço para leitores de todos os lugares, muitas vezes do mundo inteiro. Hoje, escrevo especialmente para pessoas da minha região, o que servirá para testemunhar para todas as pessoas distantes que, mesmo no Sul do Brasil, viver com dignidade não está fácil.

***

Eu não sou simpático ao estilo da atuação sindical em voga hoje em dia. Não sei teria sido antes ou serei um dia. O fato é que, devido à monopolização ideológica exercida, no Brasil, pelo PT e pelos partidos da Esquerda sobre os sindicatos, muitos estratos dos trabalhadores conservadores ficam, na prática, sem representação ou continuam reféns do fogo cruzado entre os aparentes inimigos direitistas e esquerdistas.

Sendo assim, mesmo abominando o lobby político exercido pelos partidos de Esquerda (PT, PC do B, PSOL, PSTU) sobre os sindicatos, concordo que os trabalhadores têm, sim, o direito natural de pleitear mais respeito e melhores condições salariais, de trabalho e de formação. Mesmo sendo conservador (o que não significa, necessariamente, ser de Direita), jamais apoiarei gestores públicos que avancem de suas cadeiras sobre a Administração como “donos” do poder, como se os cidadãos fossem seus súditos ou “clientes”.

Em Biguaçu, os funcionários públicos, principalmente os da Educação e da Saúde, estão amargando um ano e meio sem reposição salarial, referente às perdas com a inflação (cujos índices nem sempre mostram a realidade) e mais de dois anos sem nenhum aumento real de salário.

Continue lendo “Greve em Biguaçu e a intransigência de um Prefeito”

Militantes gayzistas dizem: “Evangélicos devem ser exterminados”

Antes de mais nada, gostaria de deixar bem claro: a agressão relatada partiu de militantes gays radicais, que estão muito longe de representar todos os homossexuais da sociedade. São militantes ligados a movimentos terroristas totalitários de Esquerda, socialistas-comunistas.

Ontem, a Dra. Damares Alves, assessora parlamentar do Dep. Arolde Azevedo (PSD-RJ), foi covardemente agredida e ameaçada por uma súcia de militantes gays enfurecidos. Tamanha ira se deve ao fato de que ontem, juntos, parlamentares cristãos (evangélicos e católicos), com o apoio incondicional dos manifestantes Pró-Vida e Pró-Família, ajudaram a enterrar os trechos do projeto do PNE (Plano Nacional da Educação) que tornavam obrigatórios o ensino da anticientífica Ideologia de Gênero desde o ensino primário (com crianças de 5 anos de idade).

Continue lendo “Militantes gayzistas dizem: “Evangélicos devem ser exterminados””

A Ideologia do Gênero e os atentados contra a Família

Artigo escrito pelo Prof. Hermes Rodrigues Nery [1]. Recebido por e-mail.

Título original do artigo: “Ideologia de gênero deve ser combatida, pois visa destruir a família”.

***

A ideologia de gênero tornou-se uma ferramenta política e “um conceito-chave da reengenharia social anti-cristã para subverter o conceito de família”, como afirma o monsenhor Juan Cláudio Sanahuja. E mais, ele explica que “a ONU adota a perspectiva  de gênero no começo dos anos 90. Assim nos apresenta e quer impor-nos uma visão anti-natural de sexualidade de pronta-entrega, a serviço do prazer”.  E para isso surtir efeito, a médio prazo, faz-se necessário difundir nas escolas a ideologia de gênero, para quebrar as resistências contra a cultura que quer se impor. A educação sexual então está imbuída fortemente desta ideologia contrária à família, com uma visão reducionista da dimensão da pessoa humana. O fato é que existem somente duas identidades sexuais, daí a realidade humana na distinção “homem e mulher”. Institucionalizar uma outra situação fora desta realidade, verdadeiramente humana, é desconhecer com profundidade a essência e a natureza da pessoa humana, e mais ainda: agravar os fatores da violência contra o ser humano, em todos os aspectos. É despersonalizar o ser humano, deixando-o frágil e vulnerável a toda e qualquer violência.

Continue lendo “A Ideologia do Gênero e os atentados contra a Família”